Pular para o conteúdo principal

Poesias de José Guimarães e Silva

As Poesias de José Guimarães e Silva foram escritas neste blog conforme as palavras que surgiam na cabeça do autor.

 

Poesias de José Guimarães e Silva

Poesias escritas sem nenhuma preocupação com a métrica, a rima. Tratam-se de palavras digitadas no teclado do computador. Estas, por exemplo, são digitadas no teclado de um computador da Biblioteca Pública de Cuiabá, cujo nome muito simpático "Saber com Sabor" nos inspira a escrever palavras bem curtinhas e singelas.

Quando eu passo pela rua

Quando eu passo pela rua
Noto que ninguém me vê
Mas também, está cada um na sua
Vou ficar preocupado por quê?

Já que escrevo tanto nesta página o termo teclado do computador, que tal umas palavras simples referentes ao teclado do computador?

Gostou da ideia? Não?! Bem, já que você não se manifestou, aí vai:

No teclado do computador 

Escrever à mão dá muito trabalho
Também parece demais cansativo e difícil
No teclado do computador parece mais fácil
Porque é só digitar as letras e observar o resultado.

E o celular? Você já reparou que as pessoas não olham mais para onde andam? Só para a telinha do celular?

Vou comprar um celular


Vou comprar um celular
Só pra com você conversar
Já cansei de ficar sozinho
Esperando no caminho
Quem só vive no celular.

Pássaro Sonhador

Sou um pássaro sem asas,
Porém que voa,
Através de um imenso céu azul imaginário
Onde andorinhas hilariantes pairam soberbas 
Em virtuoso bando

Sou prisioneiro de um mundo torpe
Imenso como gaiola de dimensões infinitas
Onde vivo batendo a cabeça, estonteando-me

Sou prisioneiro do tempo,
Dos homens
E do meu próprio ser

Sou prisioneiro das angústias
Que me perseguem
Sou prisioneiro do medo
E também da dor

E, por incrível que pareça,
Sou prisioneiro dos meus próprios sonhos. 

José Guimarães e Silva é professor, escritor e blogueiro.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog